1. Cronograma

a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a a

2. Introdução

Para iniciar o curso, é preciso ter uma visão geral dos seus objetivos e das estratégias pedagógicas que serão utilizadas. Por isso, é importante começar pela leitura dos textos contidos no link de Informações, no topo da página, que contém informações gerais sobre o curso e que é o primeiro texto de leitura obrigatória da disciplina.

A segunda leitura obrigatória é um pequeno texto que discute os motivos pelos quais devemos estudar filosofia do direito no contexto atual e sobre a relevância do conhecimento filosófico para a prática do direito.

3. Leituras

3.1 Leitura obrigatória

1: Costa, Alexandre. Por que estudar filosofia do direito hoje?. Filosofia.arcos, 2020.
  1. Para que serve uma teoria?
  2. A filosofia tem por objeto as verdades primeiras e os princípios últimos?
  3. Que relação há entre filosofia e reflexividade?

3.2 Leitura sugerida

1: Costa, Alexandre. A filosofia e o cultivo das dúvidas sobre o direito. Arcos, 2020.

Questões para reflexão:

  1. O que a filosofia da música tem a ensinar aos músicos?
  2. É possível ser um bom artista sem conhecer filosofia da arte?
  3. Existe uma matemática africana?
  4. Existe uma música sul-americana?
  5. Existe uma filosofia brasileira?
  6. Existe uma filosofia do direito?
  7. Que diferença existe em falar do "pensamento indígena" e da "filosofia indígena"?

3.3 Leitura complementar

1: Appiah, Kwame Anthony (1997).  Na casa de meu pai - A África na Filosofia da Cultura. Rio de Janeiro: Contraponto.

Este é um livro muito interessante do filósofo Ganês Kwame Appiah. Indico a leitura do capítulo 5. A etnofilosofia e seus críticos.

2: Rorty, Richard (2005). “Grandiosidade Universalista e Profundidade Romântica”. In Filosofia, racionalidade, democracia: os debates Rorty & Habermas, org. José Crisóstomo de Souza. Editora UNESP.

3: Hart, H. L. A. O conceito de direito. Cap. I e II.

4: Lyra Filho, Roberto. Por que estudar direito, hoje. Edições Nair, 1984.
Esta palestra de Roberto Lyra Filho, um dos filósofos do direito mais importantes que atuou na UnB, foi publicada na forma de livro em 1984. Este e outros livros de Lyra Filho estão disponíveis na Biblioteca Roberto Lyra Filho, mantida no blog Assessoria Jurídica Popular.

5: Costa, Alexandre; Horta, Ricardo; Fulgêncio, Henrique. Os saberes científicos. Arcos, 2021.

Este texto explora as relações entre filosofia e ciência.

4. Atividades

4.1 Atividade em classe: Filosofia e Direito

4.2 Atividade em classe: Juristas e Operadores do Direito